sábado, 12 de julho de 2008

UM PEQUENO MOMENTO ETERNO


Como é bom te ver sorrindo,
me fazendo sorrir também;
brincando como crianças,
levando a vida, como se fosse
uma eterna ciranda.

Como é bom podermos partilhar,
momentos pequenos,
que se tornam grandes, demais...

Como é bom, mesmo com tantos contratempos,
sentir que, ainda nos sobra tempo,
de curtirmos o pouco que nos é dado,
pela certeza de amar.

Regina Azenha

Do livro Fragmentos & Mutações -1997

3 comentários:

SONIA DA ROCHA LIMA disse...

Amiga,
Amei o Blog e parabéns!!!
Que Deus te ilumine para que você Escreva lindo assim eternamente.
Bjsss...milll...

Marta disse...

oieeeeeeeeeee.
como voce escreve bonito.
amiga.
parabens.
beijossssssssssss
marta do orkut

Evandro Souza disse...

Eita coisa linda. Parece comigo.
Adoro poemas, pois, eles nos fazem reviver tudo que passamos. È um pedaçinho de cada coisa que vivemos, sentimos e sonhamos.
Parabéns.
sou seu fâ incondicional.